A Pororoca Asiática

A_POROROCA_CHINA

A longboarder do Rio de Janeiro (Brasil) Chloé Calmon foi até à China para conhecer a Pororoca asiática apelidada de “Silver Dragon”. A onda perfeita quebra no rio Qiantang, na cidade de Hangzhou. Chloé apanhou a onda mais longa da sua vida nessa viagem.

A jovem brasileira, na altura tinha 16 anos apenas, entra para história. Chloé Calmon e a californiana Mary Osbourne entraram para a história do surf como as primeiras mulheres a surfar a pororoca chinesa. Chloé entrou na água logo no primeiro dia da expedição a essa onda.

Chloé surfou muito bem, alternando vários cutbacks e longos hang fives em excelentes ondas para a esquerda de 1,5 m, enquanto milhares de pessoas assistiam nas margens do Rio Quintang.

“Depois de ser “baptizada” no surf por Black Dragon, sinto-me mais segura e confiante para os próximos dias” não conseguindo disfarçar a emoção e alegria de estar a participar nesta incrível aventura. “Está a ser sem dúvida a experiência mais incrível da minha vida,” finalizou Chloé.

Juntamente com Chloé e Mary, também surfaram a Black Dragon os brasileiros Serginho Laus e Everaldo “Pato” Teixeira, e o americano Robert “Wingnut” Weaver (estrela do filme Endless Summer 2).

Apoiada pelo jet ski, Chloé surfou com segurança, mesmo quando a onda perdia a força e exigia mais técnica. Ao todo foram mais de 60 minutos a surfar aquelas intermináveis ondas. Só para ilustrar, a duração média de uma onda no Brasil tem de 10 a 20 segundos ‘surfáveis’.

A onda que rebenta no “Quintang”, tem cerca de 20 quilómetros, situa-se na grande cidade de Hangzhou, na China, onde vivem seis milhões de habitantes. O fenómeno acontece nos dias 18 do calendário lunar chinês.

Actualmente com 18 anos e top 10 do ranking mundial de Longboard da ASP, Chloé Calmon vai regressar ainda este ano à China para participar na última etapa do circuito mundial, a decorrer em Novembro, na ilha de Hainan, no sul da China. Ela tem-se dedicado intensamente à disputa pelo título. Para além dos treinos intensos bi-diários de surf, Chloé tem feito exercícios funcionais no ginásio e corrido na rua.

De 20 a 24 de Novembro, a ilha chinesa de Hainan recebe as melhores longboarders do mundo. A liderar o ranking está a havaiana, Kelia Moniz, seguida da australiana Chelsea Williams.

O que é a Pororoca (Brasil)?
Pororoca é um fenómeno natural caracterizado por grandes e violentas ondas que são formadas a partir do encontro das águas do mar com as águas do rio. Existem várias explicações para este fenómeno, mas a principal diz que sua causa se deve à mudança das fases da lua, principalmente nos equinócios que aumenta a propensão da massa líquida dos oceanos proporcionando grandes ondulações.

Na região da Amazónia, ocorre esta elevação de água que chega a 6 metros de altura a uma velocidade de 30 quilómetros por hora. Pode-se prever a Pororoca com duas horas de antecedência, pois a força da água vinda da cabeceira provoca um barulho muito forte e inconfundível.

Momentos antes da sua chegada cessa o barulho e então reina o silêncio. Este é o sinal de que é melhor procurar um local seguro para que a força da água não cause nenhum estrago. Actualmente, a Pororoca tornou-se numa atracção turística. Acontecem campeonatos de surf na Pororoca, em o vencedor é aquele que permanece mais tempo na onda.

As ondas perfeitas do Rio Qiantang:

artigos idênticos:

Top