Dicionário do colesterol

A_COLESTEROL

O colesterol é um esterol naturalmente sintetizado pelo organismo. Nas análises sanguíneas solicitam-se os valores de determinados indicadores da saúde cardiovascular. Estes são os mais habituais:

Colesterol LDL (Low Density Lipoprotein), ou lipoproteína de baixa densidade: O LDL, habitualmente apelidado de “mau colesterol”, transporta as partículas de colesterol por todo o organismo. O excesso de colesterol LDL acumula-se nas paredes arteriais e acaba por endurecer e estreitar as artérias (aterosclerose).

Colesterol HDL (High Density Lipoprotein) ou lipoproteína de alta densidade: O HDL, o colesterol “bom”, elimina o colesterol que se vai depositando na parede das artérias. Ter níveis elevados de colesterol HDL é considerado benéfico e pode indicar menor risco cardiovascular. Se os níveis de HDL forem baixos, e especialmente se o LDL for elevado, considera-se um nível de risco cardiovascular aumentado.

Colesterol VLDL (Very Light Density Lipoprotein), ou lipoproteína de muito baixa densidade: Este tipo de lipoproteína é originada no fígado a partir dos triglicéridos, colesterol e apolipoproteínas. Quando chega à corrente sanguínea, é transformada em LDL. O colesterol VLDL também se considera prejudicial, porque se associa à vasoconstrição das artérias.

Triglicéridos: Os triglicéridos são o principal tipo de gordura transportada pelo organismo. Quando o organismo digere as gorduras dos alimentos, liberta unidades mais simples, em forma de triglicéridos, no sangue. Estes são transportados para todo o organismo para dar energia ou para serem armazenados como gordura. O fígado também produz triglicéridos. O valor normal de triglicéridos no sangue é de 150mg/dL.

Colesterol total: O colesterol total no sangue é a soma do colesterol transportado nas partículas de LDL, HDL, e outras lipoproteínas. É recomendável ter um valor inferior a 200mg/ dL.

Fonte: Sportlife.

artigos idênticos:

Top