EPISÓDIO 14, PRIMEIRA SÉRIE – AÇORES

Este é o décimo quarto de vinte episódios, que fizeram parte da primeira série do programa ‘A Onda da Rita’, com transmissão na SPORT.TV durante o ano de 2009. Desta vez, Rita Pires viaja até ao Arquipélago dos Açores e deixa-se deslumbrar pelas maravilhas deste sítio.

Escolheu este destino paradisíaco por considerar que é um dos locais mais bonitos do mundo e que, ainda por cima, a qualidade das suas ondas é de nível mundial. Este será o primeiro episódio de três pelas ilhas açoreanas.

Apesar da insularidade, Rita diz sentir-se muito bem, como se estivesse em casa.

Sobre São Miguel:

São Miguel é a maior das ilhas do arquipélago dos Açores. Com uma superfície de 746,82 km², mede 64,7 quilómetros de comprimento, tem 8–15 km de largura e, em 2001, contava com uma população de, aproximadamente, 131 609 habitantes. É composta pelos concelhos de Lagoa, Nordeste, Ponta Delgada, Vila da Povoação, Ribeira Grande e Vila Franca do Campo. Ao natural ou habitante da ilha denomina-se micaelense.

A ilha, de natureza vulcânica, sujeita a actividade sismíca, apresenta relevo montanhoso, sobretudo no seu interior, dominado pelo pico da Vara, sendo recortada por vales, grotas e ribeiras – únicos cursos de água. A origem vulcânica é presente na tipologia das rochas e terrenos de “biscoito” (produzidos por camadas onduladas de lava) e “mistérios” (por lavas esponjosas, onde proliferam os musgos e as ervas) – típicos no arquipélago -, e fumarolas-sulfataras permanentes, como as do Vale das Furnas e as da Ribeira Grande. O fundo de crateras de antigos vulcões extintos servem de leito a belas lagoas como a Lagoa das Sete Cidades, a Lagoa do Fogo, e a Lagoa das Furnas. Essa combinação de factores propicía a que no Vale das Furnas sejam reputadas as suas águas minero-medicinais.

Como as demais ilhas do arquipélago, o clima de S. Miguel é temperado oceânico. O Atlântico e a Corrente do Golfo funcionam como moderadores da temperatura – a maritimidade – conferindo à ilha e ao arquipélago em geral uma pequena amplitude térmica. A pluviosidade distribui-se regularmente ao longo do ano, embora seja mais abundante na estação fresca. No Inverno, também como as demais ilhas do arquipélago, é assolada por fortes ventos que sopram predominantemente do sudoeste, enquanto que no Verão se deslocam para o quadrante Norte. O céu apresenta-se geralmente com nebulosidade, o que causa insolação variável.

A densa cobertura vegetal que caracterizava a ilha à época do seu descobrimento, deu lugar, com o povoamento, à abertura de campos de cultivo, consumida historicamente como fonte energética e de material de construção das populações. Paralelamente foram sendo introduzidas novas espécies conforme os interesses económicos da Coroa portuguesa, como o trigo, o linho e o pastel, entre tantas outras.

Aqui fica o 14º episódio da 1ª série d’A Onda da Rita em S. Miguel/Açores:

Foto: Rita Pires no Ilhéu de Vila Franca do Campo

artigos idênticos:

Top