Greg Long na lista dos Aventureiros do Ano

A_GREGLONG_QUIVER

Há uns dias a National Geographic anunciou a lista de candidatos a ‘Aventureiros do Ano para 2014′, cuja extraordinária conquista em exploração, desportos de aventura, conservação e humanitarismo os distinguiram o ano passado. Um dos 13 nomeados este ano é o surfista de ondas grandes, Greg Long, que quase perdeu a vida num wipeout enorme em Cortes Bank, em 2012.

A votação online para se eleger o Aventureiro do Ano já está aberta e estará até 31 de Janeiro de 2014. Os fãs poderão votar todos os dias no seu homenageado favorito. O aventureiro com mais votos no final do período de votação será anunciado em Fevereiro como o Aventureiro Eleito do Ano 2014.

Os 13 Aventureiros Nomeados para 2014 são:
• Stacy Bare e Nick Watson – Aventureiros veteranos americanos que lançaram uma organização que une veteranos ao exterior e para a comunidade ao ar livre;
• Greg Long – Surfista de ondas grandes americano que ganhou o 2012/13 Big-Wave World Tour, apesar de quase perder a vida num wipeout enorme poucos meses antes;
• Amy e Dave Freeman – Aventureiros e educadores americanos que completaram num período de três anos, a jornada de 18.744 quilómetros em toda a América do Norte por caiaque, canoa, trenó e pé, conectando-se com alunos e professores ao longo de todo o trajecto;
• Diana Nyad – Sessenta e quatro anos de idade, nadadora americana de longa distância que recentemente completou uma travessia entre Cuba e os Estados Unidos, na sua quinta tentativa;
• Kevin Pearce – Snowboarder americano que, depois de sobreviver a um traumatismo craniano, lançou a campanha “Love Your Brain” para incentivar o uso de capacetes por crianças;
• Kilian Jornet Burgada – Espanhol ultrarunner “skyrunning”, cuja nova marca de execução envolve terrenos técnicos, como glaciares, cordilheiras rochosas e campos de neve íngremes;
• Raphael Slawinski e Ian Welsted – Alpinistas canadianos que foram os primeiros a alcançar o cume do Paquistão K6 Oeste, um dos últimos grandes picos por explorar do mundo, apesar do perigo e turbulência política na região;
• Adam Ondra – Alpinista checa que continua a subir para novas fronteiras de dificuldade;
• JP Auclair – Esquiador canadiano, que é mais conhecido pelo seu estilo especial de esqui urbano;
• Sarah Marquis – Alpinista suiça que acaba de concluir uma viagem de três anos a partir da Sibéria até à Austrália.

“Quando eu estava pendurado no cesto do helicóptero da Guarda Costeira, sendo levantado a partir do meio do oceano com ondas gigantes, depois de quase me afogar, eu disse para mim mesmo:” Não há outra forma. Estou feito. Obrigado por essa segunda chance de viver. Eu não preciso mais de surf de ondas grandes”, lembra-se Greg Long, de 30 anos de idade. Naquele dia, ele jurou que não iria surfar ondas grandes novamente.

A 21 de Dezembro de 2012, Long tinha acabado de cair numa enorme onda de 25 pés em Cortes Bank, a 100 quilómetros da costa de San Diego, quando o seu colega surfista Garrett McNamara sem saber dropou a onda em cima dele, levando-o a cair. O airbag na parte de trás do fato, não funcionou quando ele puxou a corda que activa o cartucho de CO2.

Ele conseguiu conter a respiração por tempo suficiente para tirar o leash do tail, mas a prancha ainda ficou submersa na água, o que o impediu de vir acima respirar antes de desmaiar. Três ondas consecutivas deixaram-no preso debaixo de água. Apesar da sua reação inicial ao acidente, Greg Long não só voltou a surfar ondas gigantes, como ganhou o título de Big Wave World Champion em menos de um ano, quando venceu o 2012 – 13 Big Wave World Tour, uma competição de um ano em que participam os 12 melhores surfistas de ondas grandes do mundo.

Long pensou bastante antes de tomar a decisão de voltar ou não para o surf de ondas grandes, mas no final, ele voltou pela razão que o fez começar esta aventura.

“Sempre foi a minha paixão explorar isso, e é onde eu realmente me sinto vivo”, diz Greg Long. “Eu queria encontrar o meu potencial físico e mental como ser humano, que foi o caminho pelo qual eu seguia. Então eu decidi voltar.”

Link para a votação online: http://adventure.nationalgeographic.com/adventure/adventurers-of-the-year/2014/vote/

artigos idênticos:

Top